Cléber Gaúcho analisa A3 e evolução do Marília, mas diz que 'não existe jogo fácil'

Com três jogos sem perder o MAC está há um ponto do G4 da Série A3, mas o técnico ressalta a dificuldade do estadual

Depois de vencer o Desportivo Brasil por 3 a 0, o Marília consolidou a sequência de três jogos com vitórias no Paulistão Série A3. Apesar de manter a invencibilidade, os empates incomodavam a torcida do MAC, foram seis até aqui.

Além do Tigre, o EC São Bernardo, Grêmio Prudente e o Catanduva também acumulam triunfos na competição e assumiram as três primeiras posições do estadual. Sexto colocado com 18 pontos, o MAC está há um ponto do G4 e conquistou 10 gols de saldo nos últimos três jogos.

"O desempenho estava sendo bom, faltando a situação de finalizar um pouco melhor para que a gente colocasse uma margem maior no placar e não passasse sufoco no finalzinho. Em relação ao jogo do Desportivo Brasil, nós conseguimos fazer uma boa performance. Na nossa avaliação, fizemos um jogo consistente em relação a produtividade e a gente espera que a nossa equipe continue com essa evolução na performance e isso facilita a chegar na vitória. Queremos mais, não podemos parar por aí", ressaltou o técnico do MAC, Cléber Gaúcho.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Imagem-do-WhatsApp-de-2023-08-10-as-15.39.04.jpg

+ Quer receber relatórios e indicações de apostas dos clubes das Séries A2, A3 e A4? Veja mais informações!

O Marília volta a atuar pela Série A3, neste sábado (2). Às 15h (horário de Brasília), o MAC enfrenta o São Caetano, no Anacleto Campanella, pela 11º rodada do estadual. Na zona de rebaixamento, o Azulão somou seis pontos em dez rodadas. No entanto, Cléber Gaúcho garante que não prevê um jogo fácil contra o adversário.

"As equipes que estão na frente, dentro do G4, não estão perdendo. Tirando o Desportivo Brasil que perdeu as duas últimas (EC São Bernardo e Marília), todas as outras estão vencendo. E as equipes dentro do G8 dificilmente estão perdendo. Oscila alguma coisa ali o oitavo colocado, mas os demais, há uma regularidade de pontuação e isso faz com que essa margem suba. A competição é forte. O EC São Bernardo conseguiu ganhar do São Caetano com um gol de falta, no finalzinho do segundo tempo e tendo um jogador a mais desde os 20 minutos do primeiro tempo. Ou seja, o líder contra o São Caetano que está brigando para sair de uma situação incomoda. Então não tem jogo fácil. Se as equipes conseguem fazer o encaixe de marcação, complica muito o jogo", analisou o treinador.

+ Inscreva-se no canal do ESCANTEIO SP no YouTube

LEIA TAMBÉM

+Rio Claro tenta vencer o Juventus pela primeira vez desde 2019
+Marcos Campagnollo assume o Lemense para a disputa da A3