Melhores jogadores da Copa Paulista: posições 30 a 21

Em votação interna, Escanteio SP selecionou 50 jogadores que podem fazer a diferença na Copa Paulista; veja as posições 30 a 21

Como tem virado tradição nos últimos campeonatos, o Escanteio SP escolheu em votação interna os 50 principais jogadores que vão disputar a Copa Paulista a partir desta sexta-feira (1º). A lista será divulgada durante a semana, com 10 posições por dia. No total, mais de 80 jogadores de todos os 17 times foram votados.

O ranking foi fechado na véspera da primeira publicação (26). Dessa forma, a lista será mantida independentemente de contratações, saídas ou lesões nos clubes.

Cronograma da divulgação

Posições 50 a 41: 27 de junho (segunda-feira)
Posições 40 a 31: 28 de junho (terça-feira)
Posições 30 a 21: 29 de junho (quarta-feira)
Posições 20 a 11: 30 de junho (quinta-feira)
Posições 10 a 1: 1º de julho (sexta-feira)

30: Fillipe Soutto – volante, Botafogo

Dono de longa carreira em times de Série A e Série B do Brasileirão, Fillipe Soutto tem sido titular do Botafogo durante toda a temporada, tanto no Paulistão quanto na Série C. O volante de 31 anos foi titular em absolutamente todos os 27 jogos do Pantera em 2022 e oferece consistência no centro da articulação do time.

Fillipe Soutto, volante do Botafogo
Foto: Agência Botafogo

29: Thiaguinho – lateral-direito, São Caetano

Aos 30 anos, Thiaguinho é um dos jogadores mais consistentes de sua posição no futebol paulista além da elite. O lateral-direito vem de várias boas temporadas consecutivas por Nacional, Juventus, Rio Claro e São Caetano além de uma breve passagem pelo Figueirense-RS, na Série B do Brasileirão.

Thiaguinho, lateral-direito do São Caetano
Foto: Divulgação/AD São Caetano

28: Bosco – atacante, Marília

Desde que chegou ao futebol paulista, Bosco entrega gols com regularidade. Em 30 jogos pelo EC São Bernardo, somando Copa Paulista de 2021 e Série A3 deste ano, foram 11 bolas na rede. Se mantiver a média do primeiro semestre (9 gols em 22 partidas), pode brigar pela artilharia do campeonato.

Atacante Bosco em ação pelo EC São Bernardo
Foto: Divulgação/EC São Bernardo

27: Luiz – goleiro, São Caetano

Um nome que dispensa apresentações. São 354 jogos pelo São Caetano distribuídos em todas as divisões do Brasileirão e duas divisões estaduais. E além da liderança e da idolatria, o goleiro de 39 anos cumpre muito bem seu papel entre as traves.

Luiz, goleiro e ídolo do São Caetano
Foto: Fábio Giannelli Soccer

26: Gabriel Terra – meia, Primavera

Após ótima Série A2 pela Portuguesa Santista em 2020, Gabriel Terra disputou duas edições seguidas de Série B por Juventude-RS e Brasil de Pelotas-RS. Ele esteve no Água Santa na Série A1 do Paulistão e tem tudo para ser o craque do Primavera na Copa Paulista.

Gabriel Terra no Água Santa em 2022
Foto: Divulgação/EC Água Santa

25: Léo Castro – atacante, Portuguesa

Passou praticamente toda a Série A2 na reserva de Caio Mancha, mas tem potencial até para ser artilheiro da Copa Paulista e dá ao técnico Sérgio Soares várias opções para mudar o esquema tático. Além disso, Léo Castro marcou 22 gols nos últimos três anos e vem de títulos consecutivos na Série A2.

Léo Castro, atacante da Portuguesa
Foto: Divulgação/Portuguesa

24: Blade – volante/zagueiro/lateral, Noroeste

Em 66 jogos pelo Noroeste, Blade se firmou como um dos principais jogadores do clube. Em 2022, foi peça fundamental no acesso à Série A2, atuando como volante, zagueiro e nas duas laterais. Foi premiado no Troféu JUP Escanteio SP e pode muito bem repetir a dose no segundo semestre.

Blade, do Noroeste, com o troféu de campeão da Série A3 de 2022
Foto: Rodrigo Corsi/Agência Paulistão

23: Dudu Hatamoto – meia-atacante, Botafogo

Aos 18 anos de idade, Dudu Hatamoto tem sido peça importante no Botafogo nas últimas duas temporadas. Seja como titular ou saindo do banco, o meia-atacante disputou 24 dos 27 jogos do Pantera em 2022. Em 2021, fez boa Copa Paulista e esteve na disputa por revelação do torneio.

Dudu Hatamoto, meia-atacante do Botafogo
Foto: Agência Botafogo

22: Guilherme Pitbull – volante, Comercial

Guilherme Pitbull foi o coração do Comercial na campanha do acesso à Série A2 no primeiro semestre, sendo importante tanto na marcação quanto na armação de jogadas. Foi um dos premiados no Troféu JUP Escanteio SP e chega em alta para a Copa Paulista.

Guilherme Pitbull, volante do Comercial
Foto: Raul Ramos/Agência Paulistão

21: Gabriel Inocêncio – lateral-direito, Água Santa

Se destacou como meia-atacante no Monte Azul, na Série A2 de 2020, e não jogou mais a divisão. Desde então, Gabriel Inocêncio disputou a Série A1 por São Bento e São Bernardo, agora como lateral-direito. Também passou por Vitória-BA, na Série B do Brasileirão, e pelo Boa Esporte-MG na Série C.

Gabriel Inocêncio, jogador do Água Santa
Foto: Michael Sanches/EC Água Santa