Após disputar a Série A3, meia mira acesso com o Catanduva pela 2ª divisão

O Catanduva estreia na Segunda Divisão do Campeonato Paulista neste domingo (24), às 10h (de Brasília), quando recebe o Penapolense pela primeira rodada do grupo A.

Tentando chegar mais longe do que em 2021, quando caiu nas oitavas de final, o Mingo reformulou seu elenco e contratou vários jogadores que disputaram a Série A3 do Paulistão no início deste ano. Um deles é o meia Thiaguinho, que atuou seis vezes pelo Rio Preto em 2022.

Com passagem pela base do Cruzeiro, o reforço do Catanduva disputou a última Bezinha peloTaquaritinga em 2021 e teve destaque, com 5 gols em 11 jogos. Para 2022, a expectativa também é boa.

"A expectativa é a melhor possível. Estamos treinando faz um tempo, aperfeiçoando todas as partes necessárias para termos um ótimo rendimento. Fico tranquilo e feliz com as expectativas que estão sendo criadas sobre o meu futebol e estamos aqui para fazer o melhor, entregar o melhor e, se Deus quiser, o melhor seria conquistar o acesso", disse Thiaguinho.

"Minha passagem pelo Taquaritinga foi muito positiva. Pude treinar e atuar pelo profissional, evoluí fisicamente, mentalmente e tecnicamente, pude marcar 5 gols em 11 jogos, e com isso, recebi diversas propostas e sondagens".

Como ocorre com alguns jovens das divisões inferiores do Paulistão, Thiaguinho teve a oportunidade de jogar no Leste Europeu. No entanto, ele optou por ficar no Brasil.

"É o reconhecimento do nosso trabalho que fazemos no dia-a-dia. Eu, como qualquer outro atleta brasileiro, sonho em atuar na Europa e eu fiquei muito feliz com essa oportunidade, mas não era o momento certo para sair do País. Quem sabe, no futuro próximo, a gente consiga realizar esse sonho".