Seleção do Escanteio: Melhores meias da Série A2

Com a Série A2 do Campeonato Paulista suspensa por tempo indeterminado por conta da pandemia do novo coronavírus, os editores do Escanteio SP selecionaram os 11 melhores jogadores e o melhor técnico da competição até o momento. As escolhas serão publicadas em escanteiosp.com.br diariamente, posição por posição.


Como diz a popular música do Skank, "o meio-campo é o lugar dos craques". Na Série A2, os jogadores mais habilidosos da maioria dos times são os meias, que comandam o time no momento ofensivo. Foi entre os meias a primeira unanimidade da eleição do Escanteio SP.

Veja a seguir a sexta parte da Seleção do Escanteio: a votação de melhores meias da Série A2 de 2020. Como não houve uma formação definida para a seleção individual, os editores votaram em um ou dois meias. O número foi compensado nas eleições de volantes ou atacantes.

Enrico Liberatori (2)
Galego (AAP): O jogador mais habilidoso da Portuguesa Santista, Galego é essencial na equipe de Sergio Guedes, terceira colocada. Desde sua estreia, na terceira rodada, a Briosa tem o melhor aproveitamento da Série A2.
Potiguar (JUV): Principal armador da competição, já soma seis assistências na Série A2 pelo Juventus. Depois de um início discreto de campeonato, Potiguar pegou fogo nas últimas quatro partidas que disputou, somando quatro assistências e um gol.

Felipe Leite (2)
Judson (ATI): Muita técnica, drible e habilidade. Na partida contra a Portuguesa, por exemplo, Judson "rabiscou" e só não fez chover no Canindé, na primeira etapa. Destoa muito dos demais companheiros de Atibaia.
Galego (AAP): Galego tem situação parecida com Judson: é sempre o mais elogiado em Ulrico Mursa. Comentários sobre como ele vai para uma divisão maior ainda nesta temporada são bem comuns - e com razão. Galego vai pra cima, sem medo, porque sabe que é muito melhor do que a grande maioria dos adversários em campo. Faz a diferença para o ataque da Briosa.

Gabriel Ambrós (2)
Judson (ATI): Provavelmente o jogador mais habilidoso da Série A2. Rápido, técnico e com boa finalização. É sem dúvidas o destaque do Atibaia e um meio-campista que toda equipe gostaria de ter. Destaque para atuação de Judson na partida contra a Portuguesa e contra o Penapolense
Galego (AAP): Galego é outro dos jogadores mais talentosos da competição. Em seu favor ainda tem a idade: apenas 22 anos, com tempo para evoluir e crescer na Portuguesa Santista. É um meia técnico, com bom drible e arrancada. 

Guilherme Medeiros (2)
Judson (ATI):
No melhor momento do Atibaia na A2, Judson foi importante para o time, com gols e boa movimentação. O desempenho caiu ao longo da competição, mas ainda assim, é o principal jogador da equipe.
Galego (AAP): 'Atrevido'. Essa é a palavra que define um dos destaques da Portuguesa Santista no campeonato. Além de talentoso, Galego é a válvula de escape da Briosa quando enfrenta dificuldades, sempre arrancando um drible e desmontando as defesas adversárias.

Lorenzo Meyer (1)
Galego (AAP): Principal nome da Portuguesa Santista. Alia técnica para armar a boa capacidade finalização, tanto é que tem três gols e três assistências. Também faz a função de motorzinho da equipe, cadenciando ou acelerando o ataque.

Resultado

Galego (AAP): 5 votos - eleito
Judson (ATI): 3 votos - eleito
Potiguar (JUV): 1 voto

Seleção do Escanteio

GOL: Luiz Daniel (São Caetano)
LD: Ferrugem (Monte Azul)
ZAG: Raniele (Portuguesa)
Zag: Gilberto Alemão (XV de Piracicaba)
LE: Fernando Junior (São Bernardo)
VOL: Alê (Juventus)
MEI: Galego (Portuguesa Santista)
MEI: Judson (Atibaia)

Confira a eleição das demais posições diariamente em escanteiosp.com.br e nas redes sociais em @EscanteioSP. Nesta quarta-feira (25), publicaremos a votação para os três melhores atacantes da Série A2 de 2020.