Presidente diz que Votuporanguense só volta a campo em 2021

O Campeonato Paulista Série A2 estará desfalcado quando retornar após a pandemia da Covid-19. O Votuporanguense, lanterna da competição com 9 pontos, interrompeu praticamente todas as atividades durante a paralisação e não voltará a jogar em 2020.

Em entrevista ao Futebol Interior, o presidente Marcelo Stringari usou a situação financeira do CAV para justificar a decisão. "O clube parou, não tem nenhum funcionário. A receita foi a zero. Todos os patrocinadores suspenderam os pagamentos e com razão. Acreditamos que a volta do futebol nesse momento seria decretar de vez a falência dos pequenos clubes como o nosso".

"Esse ano foi atípico. Estamos passando por um período comparando a uma Guerra Mundial. Sem dúvida alguma, o mais sensato seria usar esse segundo semestre para repensarmos, nos adequarmos ao novo e desconhecido mundo que teremos a partir de agora, para voltarmos em 2021 com um campeonato forte novamente. Assim, em 2020, vamos pensar na vida", disse o presidente.

Em campo, o Votuporanguense dava sinais de recuperação apesar de ter ficado na lanterna durante todas as 12 rodadas. O time de Votuporanga conquistou seis de seus nove pontos nas quatro rodadas que antecederam a paralisação. No entanto, caso a desistência da Série A2 seja confirmada, o clube será rebaixado para a Série A3 de 2021, sendo esse o primeiro rebaixamento da equipe em dez anos de existência.