Paulo Roberto Santos explica saída do São Bento e nega acordo "oficial" para retorno

Mesmo com interesse "recíproco", valores financeiros impediram acordo entre as partes. Em entrevista exclusiva ao Escanteio SP, técnico negou existência de acordo oficial para voltar ao Bentão na disputa do Paulistão

ESCANTEIO ENTREVISTA (AO VIVO) | PAULO ROBERTO SANTOS

Paulo Roberto Santos concedeu entrevista exclusiva ao Escanteio SP na última segunda-feira (16), ao vivo, e deu mais detalhes sobre sua decisão de deixar o São Bento após o acesso da equipe sorocabana à principal divisão do futebol paulista.

O treinador, agora no Pouso Alegre-MG, confirmou o que foi dito pelo diretor de futebol do clube, Juliano Amorim, em entrevista coletiva: o São Bento de fato ofereceu um cargo de gestão no segundo semestre. No entanto, ainda que com o interesse "recíproco", as duas partes não chegaram a um acordo na questão financeira.

▶️ Inscreva-se no canal do ESCANTEIO SP no YouTube: Escanteio SP

Paulo Roberto Santos não escondeu sua emoção durante coletiva de despedida (Foto: Neto Bonvino/EC São Bento)

"Existia até um interesse recíproco para que nós déssemos continuidade ao trabalho, mas com uma outra função nesse segundo semestre, durante a Copa Paulista, inclusive já iniciando a montagem do elenco para o Paulistão. Mas por questões financeiras, o clube não teria condição de nos manter. Nós fizemos até um sacrifício muito grande, mas o clube não teve condições de fazer o sacrifício que seria o ideal para que as duas partes ficassem contentes com o desfecho do caso. Infelizmente o clube não teve essa condição e nós, como profissionais do futebol, tivemos que seguir o nosso caminho", revelou Paulo Roberto Santos.

No entanto, o ex-técnico do São Bento negou que exista um acordo definido para seu retorno no Campeonato Paulista de 2023. Em outras palavras: a volta ao Azulão não é certa e precisará, ainda, ser conversada.

LEIA TAMBÉM
+ Joia de 19 anos assina primeiro contrato profissional com Juventus

"Existe essa conversa sim, mas nada oficial, não deixamos nada assinado. Mas existe realmente essa conversa. A diretoria colocou que a prioridade é o nosso nome, e nós vamos ver daqui para frente o que vai acontecer. O clube está tentando se reorganizar durante essa Copa Paulista, para se reestruturar. O clube vem de temporadas muito difíceis, com quatro rebaixamentos praticamente consecutivos, e também a parte estrutural do clube. Não só estrutural, como também financeira, foi muito afetada de forma negativa durante esses quatro rebaixamentos. Então é uma diretoria que vem lutando muito fora de campo para tentar reorganizar o clube. O primeiro passo era tentar buscar o acesso. Buscando o acesso você dá o primeiro passo, mas existe a parte do extra-campo, a parte estrutural, e o clube também vem lutando muito para poder se reorganizar fora de campo", justificou.

Paulo Roberto Santos comanda o Pouso Alegre-MG na Série D do Campeonato Brasileiro. Atualmente na segunda colocação do Grupo 6 da competição, com 10 pontos conquistados, o time mineiro vai até a Fonte Luminosa para encarar a Ferroviária neste sábado (21), às 17h (de Brasília).

ESCANTEIO ENTREVISTA (AO VIVO) | TUCA GUIMARÃES, TÉCNICO DO JUVENTUS