André Dias, ídolo do Juventus, apoia proposta de SAF

Goleiro juventino acredita que profissionalização do esporte será benéfica, mas torce por transparência

No início do mês de junho, o conselho deliberativo do Juventus reprovou a formalização da Sociedade Anônima do Futebol (SAF) com 53 votos contrários. Para o goleiro André Dias, ídolo e um dos principais nomes do clube da Mooca, a profissionalização do futebol é importante para deixá-lo mais forte.

"Não falando só de Juventus, mas eu acho que quanto mais a gente conseguir profissionalizar, quanto mais a gente conseguir ter um aporte financeiro de pessoas que tem para oferecer é interessante, porque assim com estrutura e com essas coisas, deixamos o futebol mais forte e estruturado. Eu sou à favor dentro de um processo, não quero defender lado algum, mas eu desejo que o processo seja bem transparente", afirmou o goleiro do Moleque Travesso em entrevista ao Escanteio SP.

LEIA TAMBÉM
+ Água Santa acerta com atacante e zagueiro para disputa da Copa Paulista
Juventus confirma Guilherme Mattis e pode anunciar Boquita

O projeto rejeitado pelos conselheiros transformaria o time de futebol em um clube-empresa, a Clube Atlético Juventus S.A.F. A empresa do setor de telecomunicações e relacionamento com clientes, Almaviva do Brasil Telemarketing, seria a acionista majoritária da sociedade anônima do futebol.

"Eu acho que tem alguns investimentos que vão ajudar o clube a se estruturar de uma forma maior e buscar novos sonhos ou sonhos antigos. Eu acho que ela ajudaria. Lógico, tudo de forma transparente para que a tradição e toda a história do Juventus não seja esquecida, não seja deixada de lado. É um processo que futuramente vai acontecer", disse André Dias.

Indecisões na administração atrasam preparação

Além da SAF, o goleiro também comentou sobre a demora no anúncio de jogadores, que ocorreu somente na semana passada, e do treinador que comandará o Moleque Travesso na Copa Paulista. Para o goleiro, o impasse da SAF foi um dos motivos para essa demora.

"O clube passou por um impasse na questão de administrativa de parceiros pra tocarem futebol. Então, assim algumas dessas parcerias acabaram dando certo e outras estão sendo aprovadas, assim deu uma retardada no processo de contratação. Em relação a planejamento, a gente espera através de todos esses percalços que possam ter vindo peças que possam honrar a tradição tão grande desse clube. Sabemos que o ideal nunca é uma preparação curta. Vamos ter atletas que não vão poder ser inscritos para primeira rodada, então a gente teve alguns problemas mas eu acho que ao longo do do caminho vamos nos ajeitando", concluiu o ídolo juventino.

A estreia do Moleque Travesso na Copa Paulista está marcada para o dia 3 de julho, contra o EC São Bernardo, fora de casa, às 10h (horário de Brasília). O Juventus está no grupo três ao lado do Cachorrão, São Caetano, Oeste, Água Santa e Portuguesa.

▶️ Inscreva-se no canal do ESCANTEIO SP no YouTube