EC São Bernardo altera sede de jogos da Copa Paulista para Santo André

Alteração foi um pedido do próprio Cachorrão, que estava pagando R$ 15 mil de aluguel para jogar no Primeiro de Maio

O EC São Bernardo terá uma nova casa para as próximas partidas da Copa Paulista: o Estádio Bruno José Daniel, em Santo André. A decisão de mudança foi feita pelo próprio clube.

A equipe do ABC Paulista disputou seus primeiros dois jogos da competição no Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo. No entanto, o Cachorrão estava precisando desembolsar R$ 15 mil para o aluguel do estádio. Nos dois jogos que fez como mandante, o time teve um prejuízo de aproximadamente R$ 39 mil.

LEIA TAMBÉM
Confira os próximos jogos da Copa Paulista que serão transmitidos pela TV Cultura
São Bernardo libera entrada gratuita no 1º de Maio para decisão da Série D do Brasileiro

Para o Paulista Feminino, o Cachorrão, que disputará pela primeira vez o torneio, também irá mandar boa parte dos seus jogos na cidade vizinha.

Após quatro rodadas na Copa Paulista, o EC São Bernardo é o 4º colocado do grupo 3 com quatro pontos somados. A líder da chave é a Portuguesa, com sete pontos.

Confira os próximos jogos do EC São Bernardo no Brunão

5ª rodada

EC São Bernardo x Oeste - quarta-feira (3), às 15h (horário de Brasília)

7ª rodada

EC São Bernardo x São Caetano - sábado (13), às 15h (horário de Brasília)

9ª rodada

ECSB x Portuguesa - sábado (27), às 15h (horário de Brasília)

Quer receber relatórios para apostas na Copa Paulista e na Segunda Divisão? Envie um e-mail para [email protected]

EC São Bernardo
O Estádio Bruno José Daniel será a casa do Cachorrão - Gabriel Facchin Dotto/ECSA

▶️ Inscreva-se no canal do ESCANTEIO SP no YouTube

LEIA TAMBÉM
+ Veja os próximos jogos da Copa Paulista que serão transmitidos pela TV Cultura
+ Último Come-Fogo com duas torcidas teve vitória do Comercial e briga na arquibancada
+ Técnico do rebaixamento em 2013, Guto Ferreira critica ex-presidente da Portuguesa
+ Técnico do São Bento, Kike Andrade responde cobrança da torcida: “Não existe milagre”